• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Trabalha ou estuda o dia inteiro? Veja como tirar uma soneca e melhore seu rendimento

Saúde

Trabalha ou estuda o dia inteiro? Veja como tirar uma soneca e melhore seu rendimento

Médica faz um alerta importante: "a pessoa não pode fazer da soneca um vício. Tem gente que só consegue render durante o dia se tirar um cochilo"

Larissa Agnez

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação
Pessoas que trabalham em salas próprias, tem mais facilidade e autonomia para tirar a soneca durante horário de almoço. 

Você sabia que uma soneca diária de 20 a 30 minutos pode dobrar o seu rendimento intelectual e físico? Não é à toa que ela é uma super aliada de quem quer preparar o organismo para a mudança do horário de verão, que se encerra no próximo dia 17. 

A especialista em Medicina do Sono, a médica Jéssica Polese, explica que a soneca é algo cultural e muito antigo, e que tem inúmeros benefícios e resultados quando "tirada" da forma correta. "Nós aconselhamos que as pessoas façam logo após o almoço, mas a soneca pode ocorrer em qualquer hora do dia, desde que tenha duração de 20 minutos e não ultrapasse meia hora de sono", disse Jéssica.

Foto: Divulgação
Com permissão, a soneca pode ser tirada na própria cadeira e mesa de trabalho. 

A médica explica que em algum países da América do Sul a soneca é imprescindível e todos os estabelecimentos e empresas adotam a prática. "Após às 12h, não tem conversa, as pessoas fecham às portas das lojas, os funcionários almoçam e vão descansar. Os donos dos estabelecimentos preparam até salas e locais próprios para que as pessoas possam tirar o cochilo - é uma questão cultural e respeitada". 

Contudo, Jéssica alerta que é muito importante saber respeitar o tempo máximo da soneca, que é de 30 minutos. Segundo a especialista, após esse tempo o sono já entra numa fase muita profunda e, ao acordar, a pessoa vai estar mais cansada e sonolenta do que quando foi dormir. Respeitar o tempo é imprescindível para acordar relaxado, disposto e renovado.

"A soneca diminui a frequência cardíaca, melhora a pressão arterial e desempenho, aumenta o índice de raciocínio e aprendizagem, melhora o intelecto e diminuí os riscos de acidente, principalmente quando a pessoa trabalha operando máquinas. O ideal seria que toda empresa tivesse um local para a soneca do trabalhador", afirmou a especialista em medicina do sono.

E quando não há local específico para a soneca?  

Foto: Divulgação
Almofadinhas, tapa luz e recosto para pescoço ajudam a tornar a soneca mais confortável. 

A médica comenta que quando não há local, é importante procurar um cantinho que seja mais aconchegante. No caso de estudantes para concurso, o certo é que eles tirem a soneca no momento de exaustidão. "É bom carregar uma almofadinha ou apoio para o pescoço e recostar na cadeira por uns 20 minutinhos. Quem trabalha o dia inteiro, mas vai de carro para o serviço, pode dar um pulinho no carro na hora do almoço, ajustar a poltrona e tirar um cochilo. Quem não tem como descansar no carro, pode procurar um cantinho 'vazio' na empresa, e no mesmo esquema da almofadinha tentar sentar e recostar. Quem não tiver espaço de forma alguma, pode ajustar o relógio para se deitar mais cedo e dormir mais durante a noite", explicou a especialista. 

A médica também faz um alerta importante: "a pessoa não pode fazer da soneca um vício. Tem gente que só consegue render durante o dia se tirar um cochilo. Neste caso é preciso verificar como está o sono dela durante a noite, se há algum distúrbio, se tem dormido pouco. A soneca é estratégia para os dias de exaustidão e cansaço, mas a pessoa não pode ser dependente dela". 

Soneca e o fim do horário de verão 

Para enfrentar a mudança com o término do horário de verão sem muito sofrimento é recomendado começar a preparar o organismo para o novo horário pelo menos uma semana antes. "Se você dormia às 23h no horário de verão, agora será preciso dormir às 22h. O melhor para o corpo é fazer essa alteração de forma gradual, indo dormir, e acordando,  15 minutos mais cedo diariamente”, ensina Jéssica.

A soneca também é uma opção para esse período. Reservar de 20 a 30 minutos durante o dia para o cochilo garante energia extra para enfrentar o restante das atividades do dia.