• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Alerta para os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil

  • COMPARTILHE
Saúde

Alerta para os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil

Dores de cabeça, caroços e manchas arroxeadas são alguns dos sinais que devem acender o alerta dos pais

Setembro Dourado, o mês de combate ao câncer infantojuvenil. 

Você sabia que cerca de 12.500 novos casos de câncer infanto-juvenil deverão ser registrados no Brasil em 2018? É o que aponta a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA). No Espírito Santo, serão 230 novos casos. No país, assim como em países desenvolvidos, o câncer já representa a primeira causa de morte por doença na faixa etária de 1 a 19 anos. No entanto, em torno de 80% das crianças e adolescentes acometidos podem ser curados, se forem diagnosticados precocemente e receberem o tratamento adequado.

Para chamar a atenção para o tema, este mês é conhecido como Setembro Dourado. A campanha visa estimular ações preventivas e educativas associadas à doença, promover debates e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral às crianças com câncer.

No Espírito Santo, a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci) estimula o debate proporcionado pelo Setembro Dourado como forma de alertar pais e responsáveis para ficarem atentos aos primeiros sinais e sintomas da doença. A instituição está divulgando a campanha para empresas e sociedade em geral, visando disseminar informações sobre a doença.

De acordo com a oncologista pediátrica Gláucia Perini Zouain-Figueiredo, os sinais do câncer na infância muitas vezes são imprecisos e os pais devem estar sempre alertas. “Se houver qualquer anormalidade, a criança ou o adolescente deve ser avaliado pelo médico. Vale lembrar que em uma primeira consulta pode não ser levantada a suspeita de câncer, já que se trata de doença infrequente, com sinais ou sintomas que são encontrados também em doenças mais comuns na infância. Caso os sintomas persistam, a criança ou o adolescente deve retornar ao médico”, destaca Glaucia.

Ela alerta ainda que é importante lembrar que os sinais e sintomas costumam vir associados e são progressivos e o diagnóstico deve ser feito pelo médico. Existem diversas manifestações que se constituem em sinais e sintomas de alerta. Confira abaixo alguns deles e fique atento.

Principais sinais e sintomas

- Palidez progressiva;

- Sangramentos ou manchas roxas sem relação com traumas;

- Febre prolongada, sem causa definida;

- Vômitos e dores de cabeça persistentes, principalmente pela manhã.

- Alteração da marcha ou da visão ou diminuição da força em pernas ou braços

- Caroços em qualquer lugar do corpo;

- Ínguas que não resolvem;

- Dores no corpo que não passam e atrapalham as atividades das crianças;

- Brilho branco nos olhos quando a criança sai em fotografia com flash.

Sobre a Acacci

Criada em março de 1988, a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci) é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que tem como objetivo oferecer a crianças e adolescentes com câncer condições dignas de assistência. Sua casa de apoio, localizada em Jardim Camburi, Vitória, tem capacidade para abrigar até 30 pacientes com seus acompanhantes.

A Associação desenvolve várias ações sociais, que oferecem aos seus usuários suporte nas dimensões física, social, econômica, psicológica e espiritual. Após auditoria realizada pela Certificadora Conceitos Serviços de Certificação Ltda., de São Paulo, a Acacci recebeu, em julho de 2016, a recertificação NBR ISO 9001:2008, norma que especifica requisitos para o Sistema de Gestão da Qualidade.