• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê abandonada em bar recebe nome e será encaminhada para abrigo de VV

Geral

Bebê abandonada em bar recebe nome e será encaminhada para abrigo de VV

Ela foi abandonada, horas depois de ter nascido, no balcão do estabelecimento. Uma idosa de 70 anos, proprietária do local, foi quem encontrou a criança

A menina ainda esta internada Foto: TV Vitória

A bebê recém-nascida que foi abandonada em um bar, no bairro Ulisses Guimarães, em Vila Velha, continua internada no Hospital Infantil do município. Ela foi abandonada na noite da última segunda-feira (22). Carinhosamente ela é chamada de Valentina equipe médica. Segundo o Conselho Tutelar, a primeira noite que ela passou no local foi considerada tranquila e a alta está prevista para a próxima quinta-feira (25).

“Ela está em estado de observação mesmo. Ela precisa ficar para garantir a boa saúde dela após a saída do hospital”, explicou o conselheiro tutelar Silvio João de Lírio. 

A pessoa que deixou a menina no bar, enrolada em um cobertor e dentro de uma bolsa de feira, ainda não foi identificada. “Nós não temos nenhuma informação de localização dessa pessoa, de família, de ninguém, por enquanto”, disse o conselheiro.

O abandono aconteceu quando o bar estava aberto. A comerciante Conceição Maria de Jesus, de 70 anos, resolveu ir até a cozinha. Quando voltou, a bolsa de feira estava em cima do balcão. Sem entender, ela ainda procurou pelo dono e resolveu olhar a sacola mais de perto.

“Estava tudo aberto e eu atendia os meus fregueses. Por volta das 22 horas eles foram embora. Como eu estava com fome, fui esquentar uma comida e de lá da cozinha ouvi um barulho. Fui olhar e não vi ninguém, quando abri a sacola vi o neném. Me assustei em ver uma criança abandonada sem saber quem era a mãe”, contou.

A criança foi encontrada no balcão do bar Foto: Patrícia Battestin

A bebê foi levada para o Hospital Infantil de Vila Velha. Ela tem 52 centímetros e pesa pouco mais de três quilos. Segundo a equipe médica, foi abandonada poucas horas após o nascimento.

Após receber alta, Valentina será encaminhada para um abrigo. Lá ficará até ganhar um lar. “Se não encontrarem a mãe, se não encontrarem a família, ela vai permanecer no abrigo e entrar na fila de adoção”, informou Lírio.

O caso gerou grande comoção, mas segundo o Conselho Tutelar, para adotar a recém-nascida é necessário preencher alguns requisitos. “No juizado há uma fila de pessoas interessadas em adoção. Então, essa pessoa precisa se cadastrar, fazer todos os procedimentos para depois poder adotar qualquer criança. No caso da Valentina, com certeza alguém dessa fila estará na frente para adotar”, apontou.