• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Brigas e intolerância: 40% dos homicídios no Espírito Santo acontecem por motivos banais

Polícia

Brigas e intolerância: 40% dos homicídios no Espírito Santo acontecem por motivos banais

De acordo com dados divulgados pelo secretário Estadual de Segurança Pública, André Garcia, as mortes poderiam ter sido evitadas se houvesse maior diálogo entre a sociedade

Brigas banais são motivos de crimes no Espírito Santo Foto: Arquivo/Divulgação/Internet

Durante o lançamento da nova campanha da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) de combate á violência, na manhã desta segunda-feira (13), em Vitória, um número ajuda a mostrar os motivos dos crimes de homicídio no Espírito Santo. Cerca de 40% de todas as mortes registradas acontecem por motivos banais.

São crimes de homicídio em que os motivos das mortes são a intolerância, brigas eventuais e outras banalidades. A informação é do secretário Estadual de Segurança Pública, André Garcia.

"São mortes que poderiam ser evitadas se houvesse diálogo ao invés da violência. É importante destacar que a violência começa em casa, e o enfrentamento também. Por isso a campanha '#CompartilheoBem" promove o diálogo entre a sociedade", conta Garcia.

Além da campanha, também foram divulgados dados da violência no Estado. De acordo com a Sesp, foram 697 homicídios de janeiro a junho de 2015. Já em 2016, foram 542 mortes, uma redução de 21%. Já em relação à taxa de homicídios, segundo a Sesp, 2016 registra a menor do últimos 23 anos.

"Nós temos que enfrentar essa cultura atrasada de uma suposta superioridade de gênero. Temos que afastar a cultura do individualismo, egoísmo e violência que começa em casa e se reproduz de geração em geração. Não basta só reduzir os índices de homicídios, cada um tem que fazer a sua parte: governo e sociedade", completa Garcia.

Espírito Santo registra quase um caso de estupro de vulnerável por dia

Os números

>> 542: é o numero de mortes registradas no Espírito Santo somente em 2016;

>> 40%: é o percentual de homicídios que tiveram motivação banal;

>> 40%: é o percentual de esclarecimento de crimes no Estado

>> 21%: é a redução no número de homicídios no Estado em 2016;

Fonte: Secretário Estadual de Segurança Pública, André Garcia.

#CompartilheoBem

Paulo Hartung posa com atores que participaram da campanha "#CompartilheoBem" Foto: Folha Vitória

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) lançou, na manhã desta segunda-feira (13), em Vitória, uma nova campanha para diminuir os índices de violência urbana no Espírito Santo.

Os vídeos mostram situações em que cidadãos, sem saberem que estavam sendo filmados, são vistos realizando boas ações como, por exemplo, ajudar uma senhora a levar as compras do supermercado ou a atravessar uma rua. Atitudes como essa que, segundo o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), deve começar em casa.

"Não se pode ter uma criança no mundo e depois empurrá-la para a escola e deixar que os professores eduquem essas crianças. A escola é ótima para ensinar história, matemática, português, mas isso não substitui a educação de pai e mãe. O combate à violência e a promoção da cultura da paz começa dentro de casa, na criação do filho e não com a polícia", afirmou.

Veja um dos vídeos da campanha: