• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

“Cabeça dura”: suspeito quebra janela de ônibus a cabeçada após assalto

  • COMPARTILHE
Polícia

“Cabeça dura”: suspeito quebra janela de ônibus a cabeçada após assalto

O crime aconteceu dentro do coletivo da linha 505, na saída da Segunda Ponte. O outro suspeito foi detido por policiais que foram acionados por passageiros

Os dois suspeitos embarcaram no ônibus em um ponto em frente à Rodoviária de Vitória Foto: TV Vitória

Criativo e desesperado, um suspeito de assalto quebrou com a cabeça a janela de um ônibus, na manhã desta quarta-feira (27), para fugir da polícia. O coletivo da linha 505 saiu do Terminal de Laranjeiras e seguia para o Terminal de Itacibá. No momento do assalto, o veículo estava lotado com passageiros, mas apenas um auxiliar mecânico de 55 anos foi alvo. Os suspeitos chegaram a pegar R$ 50 da carteira da vítima. 

De acordo com testemunhas, os dois suspeitos embarcaram no ônibus em um ponto que fica em frente à Rodoviária de Vitória. Em seguida, eles pularam a roleta. Um deles ficou na frente do coletivo e o outro atrás. Logo eles anunciaram o assalto. Toda a ação aconteceu enquanto o ônibus passava pela Segunda Ponte.

Na saída da ponte, passageiros conseguiram chamar um policial que caminhava na calçada. Foi aí que um dos suspeitos tomou a iniciativa inusitada. Ele quebrou o vidro da janela com a cabeça para conseguir fugir. O outro suspeito, identificado pela polícia como Felipe Alberto Mendes, foi detido e levado para a Delegacia Regional de Cariacica. 

Outros casos

A insegurança dentro dos coletivos tem se tornado frequente. Na última terça-feira (26), passageiros de um coletivo foram assaltados no bairro Santa Rita, em Vila Velha. De acordo com a polícia, dois suspeitos identificados como Wendil Santos Almeida, de 22 anos, e Vagner da Silva, de 20 anos, foram detidos com uma arma de brinquedo, que foi usada no crime.

Cansada da violência, no último dia 20 deste mês, uma motorista de ônibus, de 28 anos, foi baleada após reagir a um assalto, no bairro Barro Branco, na Serra. De acordo com a polícia, ela não entregou o dinheiro e os dois suspeitos atiraram no braço da motorista.

Já em Guarapari, no último dia 16 deste mês, uma mulher foi esfaqueada dentro de um ônibus. De acordo com a polícia, o crime aconteceu após passageiros serem vítimas de um assalto no interior do coletivo.