• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cariacica registra 7 homicídios em 12 dias e polícia investiga possível relação entre os crimes

Polícia

Cariacica registra 7 homicídios em 12 dias e polícia investiga possível relação entre os crimes

De acordo com a Polícia Civil, nenhum suspeito foi detido até agora. Investigações estão sendo conduzidas pela DHPP do município

Foto: TV Vitória

A polícia investiga se os sete assassinatos registrados nos primeiros 12 dias de março possuem alguma relação e se todos eles foram motivados pela disputa pelo tráfico de drogas no município. De acordo com a Polícia Civil, nenhum suspeito foi detido até agora. As investigações estão sendo conduzidas pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica.

"É uma análise qualitativa que ainda está sendo realizada pela nossa sessão de inteligência, em diálogo permanente com a delegacia de homicídios do município. Então essas informações ainda estão sendo avaliadas, a fim de que, em momento oportuno, elas sejam apresentadas para a comunidade", ressaltou o tenente Sanderlei, da Polícia Militar.

Os primeiros dois crimes aconteceram já no primeiro dia do mês. Um homem tentou matar o dono de uma barbearia no bairro Itanguá e acabou assassinado. Na mesma noite, em Maracanã, Lucas Antônio de Souza, de 30 anos, foi morto a tiros. Ele ainda tentou correr, mas já tinha sido atingido e acabou caindo em um valão, onde dois homens concluíram a execução.

Cinco dias depois, no mesmo bairro, Patrick Passos Pintol, de 29 anos foi morto com um tiro na nuca e, na última sexta-feira (08), um rapaz usuário de drogas foi morto a tiros no bairro Bandeirantes.

Na terça-feira (12), Elicarlos da Silva, o "Pretinho", de 30 anos, e Elson Xavier de Jesus, de 41, foram mortos em Santa Bárbara. Elicarlos foi apontado pela polícia como chefe do tráfico na região. Ele estava dentro do bar de Elson, que também foi atingido e acabou morrendo dentro do depósito do estabelecimento. Outras duas pessoas foram feridas.

Também na terça-feira, em Rio Marinho, dois adolescentes foram baleados. Daniel dos Santos Oliare, de 17 anos, ainda tentou correr, mas caiu ferido à beira de uma vala. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta-feira (13). 

A outra vítima, de 16 anos, foi socorrida e levada para um hospital. Por causa desse crime, bandidos teriam ordenado um toque de recolher na região, na manhã desta quarta-feira.

A Polícia Militar afirma que tem reforçado o policiamento nas regiões em conflito e que, em janeiro e fevereiro, 46 armas foram apreendidas em Cariacica. De acordo com o tenente Sanderlei, a população pode ajudar o trabalho da polícia.

"Nós reiteramos às comunidades para que, num cenário em que perceba algum tipo de instabilidade no bairro, que faça contato com o 190 e por meio do 181. Não é necessário se identificar e o anonimato é garantido a essas pessoas, para que nós possamos continuar retirando armas de fogo de circulação e mantendo a tranquilidade nessas regiões", frisou.