Adolescentes confessam ter incendiado ônibus em Vila Velha, mas são liberados pela polícia

Os dois menores disseram que cometeram o crime porque queriam chamar a atenção do Governo do Estado, por causa da falta de policiais militares nas ruas do Espírito Santo

 Versão para impressão  
Ônibus da Sanremo foi incendiado na última segunda-feira
Foto: Reprodução

Dois adolescentes se apresentaram à polícia, nesta quinta-feira (16), e admitiram ter participado do incêndio ao coletivo da viação Sanremo, ocorrido na ultima segunda-feira (13), em São Torquato, Vila Velha. Mesmo admitindo a culpa, eles foram liberados pela Polícia Civil após prestarem depoimento.

A dupla se apresentou na 17ª DP de São Torquato e foi levada para a Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), onde foi ouvida pelo delegado Fabiano Rosa, durante a tarde. O depoimento terminou no início da noite e, em seguida, os suspeitos foram liberados.

Eles disseram à polícia que cometeram o crime porque queriam chamar a atenção do Governo do Estado para a falta de policiais militares nas ruas do Espírito Santo. Os menores se apresentaram à polícia um dia depois de a polícia divulgar imagens de videomonitoramento que mostram os autores do incêndio ao coletivo.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que algumas pessoas prestaram informações, na Delegacia Patrimonial, sobre os incêndios aos transportes coletivos que estão sob investigação, mas que não recebeu nenhuma informação oficial, por parte da delegacia, de que os adolescentes confessaram a prática do crime.

Ainda segundo a PC, as investigações permanecem em sigilo e respeitando todos os procedimentos processuais penais.

Outro caso

Na quarta-feira (15), outro ônibus foi incendiado, também em Vila Velha, no bairro Vila Garrido. Um dos suspeitos de participar desse crime foi preso na tarde de quarta-feira (15). Ele foi detido em flagrante após uma tentativa de homicídio.

Na terça-feira, um ônibus do Transcol foi incendiado em Vila Garrido
Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

A prisão foi feita durante uma operação realizada pela Polícia Civil, Exército Brasileiro e a Força Nacional, cujo objetivo era localizar os responsáveis pelos incêndios aos dois coletivos em Vila Velha. As buscas foramo feitas nas regiões de Cobi de Baixo, Cobi de Cima, São Torquato, Morro da Boa Vista e adjacências.

TAGs

  • chamas
  • fogo
  • fogo onibus
  • incendio
  • onibus
  • onibus queimado
 Versão para impressão  

MAIS LIDAS

Jornal Folha Vitória
Todos os direitos reservados © 2007-2016