• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Banco onde 19 pessoas foram feitas reféns funciona apenas com caixas eletrônicos em Cariacica

Polícia

Banco onde 19 pessoas foram feitas reféns funciona apenas com caixas eletrônicos em Cariacica

Dentro do banco, clientes e funcionários ficaram presos durante toda a tarde da última quarta-feira (20) com um ex-vigilante, que atirou contra o próprio peito

Apenas o atendimento interno do banco não tem previsão para retornar Foto: TV Vitória

A agência bancária onde 19 pessoas foram feitos reféns abriu na manhã desta quinta-feira (21). Quem precisou usar os caixas eletrônicos entrou no local com receio, por conta do que aconteceu no dia anterior. Os clientes e funcionários ficaram presos dentro do local durante toda a tarde da última quarta-feira (20), após um ex-vigilante ter um surto psicótico. Depois de liberar os reféns, o homem atirou contra o próprio peito.

Segundo os moradores de Cariacica Sede, a região onde o crime aconteceu é tranquila. Eles ficaram assustados com o cerco feito pelos policiais. As lojas da região também tiveram que fechar mais cedo. 

Na manhã desta quinta-feira todo o comércio estava aberto e os caixas eletrônicos da agência liberados para uso. Apenas o atendimento interno do banco não tem previsão para retornar. 

Problemas psicológicos 

O ex-vigilante Roberval Coutinho Barcelos, 39 anos, passava por problemas psicológicos. De acordo com a família, esses problemas começaram após ele perder a mãe e ficar desempregado. A polícia suspeita que ele tenha sofrido um surto psicótico e durante as negociações ele pedia para falar com os parentes.

Sequestro 

O sequestro aconteceu no início da tarde da última quarta-feira (20) terminou por volta das 20h30. De acordo com a polícia, o ex-vigilante fez 19 pessoas, entre clientes e funcionários do banco, reféns depois de tomar a arma do segurança do local. Quando parecia que iria se entregar, ele atirou contra o próprio peito.